quarta-feira, 19 de julho de 2017

Flor de ir embora

            Passou
            O tempo,  como  se não tivesse  existido
            A ilusão, que se enxergava  realidade
            O vazio, que se pretendia  concretude 
            O engano, que se achava acerto
            O “deixar ir”,que se julgava bem querer
            Sem rastros
            Sem pegadas

            Triste fim.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...