sábado, 23 de setembro de 2017

Cosmos

                   #1Imagem140caracteres

Planeta água
Apenas um ponto azul
Na imensidão do cosmos
Energia e matéria
Na vastidão fugaz
Do nosso universo!

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Dádivas

                    #1Imagem140caracteres
Estender as mãos
Para receber
E agradecer
As dádivas e bênçãos
Que o Universo nos reserva.

domingo, 10 de setembro de 2017

A Viagem

#1Imagem140caracteres

Levar apenas o essencial:
O amor sem contrapartidas,
Sem Recompensas,
Incondicional.

Essa é a grande viagem!!!!!

sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Feliz Aniversário

Fazer aniversário
É muito mais do que contar o  tempo
É celebrar a vida
A beleza dos momentos
As histórias de amores
As vezes de dores
É abrir a alma para o Universo
E emanar o desejo de ser feliz.
É nascer de novo
Renascer das cinzas
Voar
Amar.
Feliz aniversário!!!

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

A curva do caminho

                     #1Imagem140caracteres

         O que nos espera
         Além  da curva do caminho
         Onde os olhos não alcançam
         E para onde

         Apenas a intuição nos guia?

domingo, 27 de agosto de 2017

Cântico do Amor


  Cântico do amor
  Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos
  Se não tiver amor, sou um bronze que soa ou um címbalo que retine.
  Ainda que eu tenha o dom da profecia
  E conheça todos os mistérios e toda a ciência
  Ainda que eu tenha tão grande fé que transporte montanhas,
  Se não tiver amor nada sou.
  Ainda que eu distribua meus bens e entregue o meu corpo para ser queimado,
  Se não tiver amor, de nada me aproveita.
  O amor é paciente,
  O amor é prestável
 Não é arrogante nem orgulhoso,
 Nada faz de inconveniente,
 Não procura seu próprio interesse,
 Não se irrita nem guarda ressentimento.
 Não se alegra com a injustiça,
 Mas rejubila com a verdade.

 Tudo desculpa, tudo crê,
 Tudo espera, tudo suporta...

 1 cor 13. 1-7

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

O fogo

#1Imagem140caracteres

Na liturgia da vida
O fogo ilumina,
Aquece,
Consome.
Assim como o amor.


quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Sem Palavras

               Sem palavras
               Só o silêncio
               A trespassar meus pensamentos
               A sustentar meu sentimento
               A ensurdecer com seu barulho
               A cutucar, lá no fundo
               Aquela porção inquieta

               Que insiste em se fazer ouvir.

domingo, 20 de agosto de 2017

Caminho

                Caminho longo,
                Árduo, solitário
                Mas ainda assim
                Um caminho
                Um caminhar
                Estar a caminho
                Um norte
                Uma luz
                Um Encontro
                Reencontro

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Verdade


 
              O outono mostra as verdades dos troncos,
              Sua textura rude
              As vezes cruel
              Tudo aquilo que ficou escondido
              Sob o verde bonito de outras estações.

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Areias

A areia do tempo escorre
Rápida, célere, indomável
Arrastando  consigo
Tudo o que não se pode levar
E sobre isso não temos vontade,
Controle,
Apenas passa
Grão a grão
A se desmanchar
Lentamente
Como se não houvesse existido.

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Pai

Minha Participação:
Quando o coração aperta
Fecho os olhos
E sinto sua presença
Como quando criança,
Num tempo em que a saudade
Não tinha lugar no meu dicionário.


Despedida


                            Se a dor é meu legado
                           Apesar de todo amor
                           Se meus passos não me aproximam
                           Se meu abraço não aquece
                           De que serve um pulsar solitário
                           Se tudo o que quer já perdeu
                           Ou nunca teve
                           O silêncio solitário das palavras
                           Aprisiona o querer dentro do peito
                           Vou rasgar os meus escritos
                           Riscar os meus rascunhos
                           E deixar ir
                           Quem um dia achei “pra sempre”
                           Mas para quem na verdade
                           Fui apenas
                           O futuro e o passado
                           Mas nunca o presente
                           E como presente
                           Deste meu legado
                           Deixar ir
                           Com seu querer solitário.

terça-feira, 8 de agosto de 2017

Due

                 Entendi a divisão da alma
                 Imagens justapostas
                 O direito e o esquerdo
                 Como abdicar de um deles?
                 Como saber o pedaço vital?
                 Como ganhar sem perder?
                 É perturbador perceber,
                 Só agora,
                 A dor e o amor
                 Lado a lado
                 Solitariamente

                 Cumprindo seu destino.

domingo, 6 de agosto de 2017

Alma nua

Resultado de imagem para alma nua
               A madrugada nua
               Despe a alma
               Suscita em nós
               Desejos inconfessáveis
               Vontades escondidas
               Aquilo que pulsamos
               Essência do que somos

sábado, 5 de agosto de 2017

O tempo das coisas...

    Hoje entendo
    O que há algum tempo não entendia
    Que o tempo também tem seu tempo
    Para se fazer acontecer
    Que a semente, para germinar
    Tem que morrer
    Que a brisa
    Para refrescar
    Tem que passar
    Que o amor
    Para se consumar

    Tem que se  superar.

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Convite...

1 Imagem 140 Caracteres
               Mesa posta
               O sabor do sol
               O frescor da brisa
               O sal do mar
               O que sacia o coração?

domingo, 30 de julho de 2017

Boa noite

Resultado de imagem para noite
                   
                       É boa a noite
                       Quando o cansaço das pernas
                       Pelo caminho percorrido
                       Dão a certeza que já estamos em outro lugar
                       Quando os braços pedem repouso
                       Pelo peso que carregaram
                       E nos realizam pelo que foi construído
                       Quando o coração aquieta
                       A mente silencia
                       E uma força interior
                       Nos impulsiona para um novo dia
                       Um novo começo
                       Boa Noite!

sexta-feira, 28 de julho de 2017

Um olhar

 
   A cidade pulsa,
  Indiferente,
  E não se da conta
  Da beleza que existe
  Por trás de cada olhar,
  Do desejo latente
  Escondido nos olhos de quem a vê.

quarta-feira, 19 de julho de 2017

Flor de ir embora

            Passou
            O tempo,  como  se não tivesse  existido
            A ilusão, que se enxergava  realidade
            O vazio, que se pretendia  concretude 
            O engano, que se achava acerto
            O “deixar ir”,que se julgava bem querer
            Sem rastros
            Sem pegadas

            Triste fim.

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Platônico

        Como pode o nosso tempo terminar
        Se ainda tanto nos queremos?
        Se nas palavras sussurradas
        Ainda está impregnado o bem querer ?
        Se eu te chamo pela noite
        E na distância o meu chamado
        Ressoa dentro de você?
        Como pode nosso tempo terminar
        Se na verdade ainda nem nos conhecemos?
        Se tudo aquilo que temos pra viver
        Ainda precisa acontecer olhos nos olhos
        Se nossos dedos ainda não se entrelaçaram
        Se um único e solitário abraço é todo o legado
        De uma tempestade que irrompeu em nossas vidas
        Inundando nossas almas
        Trazendo o sol dentro de nós?


sexta-feira, 7 de julho de 2017

Ir

Minha Participação:

                Ir embora
                Sem olhar pra trás
                Apenas mirando
                O encontro com o mar
                Para lavar a alma
                E novamente
                Sentir o pulsar de ser feliz.

domingo, 2 de julho de 2017

Xeque

Minha Participação:
Dois lados,
A duelar dentro de nós
A racionalidade fria da razão
A contrapor-se com a emoção.
Em Xeque?
Mate!

quinta-feira, 22 de junho de 2017

Ir Além

                    Há momentos
                    Em que somos exigidos
                    Em toda a nossa capacidade
                    De ir além
                    De superar
                    De acreditar
                    De dar um salto no escuro.....
                    Momentos de ouvir o coração
                    Envolver-se em seu pulsar
                    Vibrar na sintonia
                    Iluminar-se.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...