quarta-feira, 19 de julho de 2017

Flor de ir embora

            Passou
            O tempo,  como  se não tivesse  existido
            A ilusão, que se enxergava  realidade
            O vazio, que se pretendia  concretude 
            O engano, que se achava acerto
            O “deixar ir”,que se julgava bem querer
            Sem rastros
            Sem pegadas

            Triste fim.

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Platônico

        Como pode o nosso tempo terminar
        Se ainda tanto nos queremos?
        Se nas palavras sussurradas
        Ainda está impregnado o bem querer ?
        Se eu te chamo pela noite
        E na distância o meu chamado
        Ressoa dentro de você?
        Como pode nosso tempo terminar
        Se na verdade ainda nem nos conhecemos?
        Se tudo aquilo que temos pra viver
        Ainda precisa acontecer olhos nos olhos
        Se nossos dedos ainda não se entrelaçaram
        Se um único e solitário abraço é todo o legado
        De uma tempestade que irrompeu em nossas vidas
        Inundando nossas almas
        Trazendo o sol dentro de nós?


sexta-feira, 7 de julho de 2017

Ir

Minha Participação:

                Ir embora
                Sem olhar pra trás
                Apenas mirando
                O encontro com o mar
                Para lavar a alma
                E novamente
                Sentir o pulsar de ser feliz.

domingo, 2 de julho de 2017

Xeque

Minha Participação:
Dois lados,
A duelar dentro de nós
A racionalidade fria da razão
A contrapor-se com a emoção.
Em Xeque?
Mate!

quinta-feira, 22 de junho de 2017

Ir Além

                    Há momentos
                    Em que somos exigidos
                    Em toda a nossa capacidade
                    De ir além
                    De superar
                    De acreditar
                    De dar um salto no escuro.....
                    Momentos de ouvir o coração
                    Envolver-se em seu pulsar
                    Vibrar na sintonia
                    Iluminar-se.

sábado, 3 de junho de 2017

Travessia


Travessia
Mar de calmaria
Engana os navegantes
De repente,
O tempo muda, o barco vira,
E o que era(?)  paz
Vira tempestade!

Linda é a pureza do mar revolto
Que com suas ondas 
Joga pra fora
Tudo aquilo que já não é mais
Esculpe a pedra
Lambe a areia

Lava a alma.


terça-feira, 23 de maio de 2017

Tristeza

Tristeza
Vazio da alma que teima em pulsar
Um ponto escuro
Urgindo  ser iluminado
Palavras não ecoam
Carícias não afagam
Apenas o tempo
Em sua sabedoria
Para restaurar
Preencher
Curar.


domingo, 21 de maio de 2017

quarta-feira, 17 de maio de 2017

Universos Paralelos

Universos Paralelos
Lado a lado
Não se tocam
Nem no passado
Nem no futuro
O encontro é somente um ponto imaginário
Que tende ao infinito
Enquanto em seu curso
Seguem... 
Impermeáveis
Inatingíveis
Solitários.


terça-feira, 9 de maio de 2017

Reminiscência

                 Ainda ouço o eco
                 Das palavras ditas
                 Dos beijos prometidos
                 Dos carinhos vividos
                 E em meio ao silêncio triste
                 Das lembranças rasgadas
                 Dos afetos guardados
                 Do amor recolhido
                 A eterna dúvida
                 Entre o ficar e o partir.

sexta-feira, 5 de maio de 2017

Destino



             Encosta na estação do seu destino
             Sentido da sua viagem.
             Estreita a distância
             Para o espaço de um abraço
             Sacia a alma,
             Os desejos
             Os anseios,
             Cura o medo
             Pulsa Feliz
             Encosta na estação do seu destino.
             Vêm!

domingo, 30 de abril de 2017

Silêncio


              Silêncio Esmagador
                Parede instransponível
                Calam as palavras
                Emudecem os sentidos
                Vazio avassalador
                ...
                ...
                ...
                Cadê o coração que pulsava aqui?

sábado, 15 de abril de 2017

Fusão


A alma leve
Voa em sua direção
Palavras ditas
Olhares
Cheiros
Carinhos
Fusão.

sexta-feira, 24 de março de 2017

Transbordar


                         Uma gota
                         E de repente
                         O lago se faz rio
                         Busca um novo caminho
                         Muda a paisagem
                         Com sua força exuberante,
                         Impetuosa,
                         Quer o mar,

                         Quer amar.

domingo, 19 de março de 2017

Madrugada

Madrugada,
Silêncio  profundo
Sonhos,
Desejos,
Devaneios!
Que afloram sob a luz da lua
Que pulsam com o brilho das estrelas
Que nos conecta
Com aquela porção escondida
Que só quer
Amanhecer.

domingo, 12 de fevereiro de 2017

Noite


A noite tem estrelas, lua, luar
Embala nosso sono
Fecunda nossos sonhos
Companheira em nossa vigilia
Parceira em nossa angústia
Em ver o sol nascer.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...